Você sabia que algumas frutas não são indicadas para seu cão?

Pois é..., uvas, carambolas e açaí por exemplo... 

A carambola é a presença da caramboxina, uma toxina que pode causar alterações neurológicas e condenar o rim de quem já apresenta alguma disfunção nesse órgão. A carambola também é fonte de bastante ácido oxálico, o que pode levar à formação de cristais e cálculos de oxalato de cálcio em indivíduos predispostos a isso. Melhor evitar.

Já o açaí está riscado da lista de recomendações por concentrar a mesma toxina prejudicial ao coração e ao cérebro dos nossos pets encontrada no chocolate, o alcaloide teobromina.

Há frutas que embora estejam liberadas podem não ser bem toleradas por todos. Claro, como com tudo na vida o exagero na oferta de frutas é o maior causador de problemas.

Por esse motivo é importante sempre testar a tolerância do pet oferecendo apenas um pouquinho (por exemplo, o equivalente a um ou dois cubinhos) de uma fruta que ele nunca comeu. Experimente também oferecer a fruta longe das refeições. O melão, por exemplo é digerido muito rapidamente, mas se estiver acompanhado de outros alimentos pode ficar mais tempo do que deveria no estômago e fermentar, gerando gases e desconforto. E se perceber que seu animal não fica bem com a fruta "x" ou "y" simplesmente pare de insistir. Bom senso é sempre o melhor remédio!!!